HISTÓRIAS ENGRAÇADAS

Leia aqui, todas as Histórias Engraçadas já publicadas pelo Circo News!
Tem cada uma!!!
(kkkkkk)
GENTE DE CIRCO É CHEIA DE HISTÓRIAS INTERESSANTES! A MAIORIA DELAS É ENGRAÇADA! A PARTIR DE HOJE, ESTA NOVA SEÇÃO DO BLOG CIRCO NEWS IRÁ CONTAR AS MAIS INCRÍVEIS HISTÓRIAS DOS CIRCENSES. RIA, DIVIRTA-SE E TAMBÉM CONTE SUA HISTÓRIA!

PUBLICADA EM 12/JUNHO/2011

"Quer uma Coca-Cola às 3 da manhã? Vá ao motel!"

Sabe quando bate aquela sede terrível? Mais do que sede, um desejo de tomar Coca-Cola? Pois é. Foi uma sede descontrolada que senti em plena madrugada, quando estava em Marília, interior de São Paulo. Passava das 3 da madrugada e eu não sabia o que fazer. Era solteiro na época e, pra variar, a geladeira estava vazia.
Abri a porta, para ver se alguém estava acordado e pudesse me dar um copo de refri. Meu amigo Marlon estava acordado! Mas não tinha nada gelado para beber... E ele também estava desesperado por uma Coca-Cola. Parecia vício! Então decidimos sair à procura! Ao lado do circo havia um posto, mas estava fechado. O vigia nos disse que havia outro posto a mais ou menos uns três quilômetros dali. Até bateu uma preguiça, mas a vontade era maior e fomos, rumo ao posto. Eu já sentia o gosto da Coca descendo na garganta. 
Mas para a nossa decepção, o posto também estava fechado!
E agora? O que fazer? Caminhamos tanto para nada e agora vamos ter que voltar com a garganta mais seca ainda!
O guarda do posto nos perguntou porque estávamos aquela hora da madrugada atrás de Coca Cola e o Marlon disse que sua mulher estava grávida e estava com desejo. (kkkkk)
Não podíamos voltar. Foi então que havistei bem longe dali um letreiro luminoso de um motel. Eu disse ao Marlon:
_ No motel tem Coca-Cola!
E assim fomos. E o Marlon, preocupado disse:
_ E se alguém do circo passa e vê a gente na frente do motel?
E eu disse:
_ A essa hora é impossível alguém do circo passar pela frente do motel. Estão todos dormindo.
Batemos no motel e o recepcionista já foi logo falando o preço das suítes. (kkkk) E eu logo expliquei que só queríamos uma Coca Cola. E o Marlon, mais falante, explicou que éramos do circo e que já estávamos cansados de tanto caminhar atrás do abençoado refrigerante.
Voltamos para o circo, felizes e satisfeitos por termos nos deliciados com a Coca Cola. No outro dia, o gerente do circo me pergunta: 
_ O que você e o Marlon estavam fazendo no motel essa madrugada? - e explodiu em gargalhadas.
Eu falei a história da Coca Cola e perguntei como ele sabia.
_ Eu estava hospedado neste motel. O recepcionista me disse hoje de manhã que tinha vendido um refrigerante para dois malucos que disseram que era do circo. Só podia ser vocês dois. (kkkkkkkkkkkk)
---

PUBLICADA EM 09/JANEIRO/2011

HISTÓRIA DE HOJE:
"Kiko traiu no sonho, mas levou um tabefe de verdade!!!"

PERSONAGENS:
Kiko Ayres e Thamyres Palácios

Essa é uma daquelas histórias que você já começa a rir só ao ler o título. Pare! E pense! Tente imaginar a cena: Com a palavra, minha amiga Bidoca, ou melhor: Thamyres Palácios Pimentel Ayres:
 "Bem, estávamos, como todos os domingos à noite assistindo o Pânico na TV.Aí depois assistimos à reprise do Fantástico no canal 40 e como estávamos muito cansados, lá pelas 3 da manhã peguei no sono (Ahan, sei kkkkkkkkkkkkkk). Aí comecei a sonhar que estava no Circo Stankowich e que veio o Faustão filmar o espetáculo. (Olhem que sonho maluco! Só falta a Thamyres dizer que o Kiko traiu ela com o Faustão hahahahahahahaha!) E o sonho continua: Daí, aquelas meninas que dançam no programa do Faustão tinham ido junto com ele no circo e eu era trapezista e estava lá em cima da banquilha. E de lá de cima dava para ver tudo o que acontecia atrás da cortina. Aí vi que o Kiko estava abraçando uma mulher lá atrás. Na mesma hora, eu desci correndo. (kakakakakakakakakkaka!!!)
Fui atrás da cortina e gritei:
_ Quem é a maldita que abraçou o Kiko aqui atrás???
E o Kiko disse:
_ Tá louca? O que foi?
E eu respondi:
_ Sim, to bem louca! (Ah bidoca, isso nós já sabemos!!! kkkkkkkkkkkkk)
E continuei:
_ Mas fala agora maldito!
E neste momento eu dei um soco bem forte no nariz do Kiko! Foi tão forte que escutei o grito!
_ AAAAIIIIIIIIIII!!!!
E com o grito eu acordei!
E o Kiko gritou:
_ Louca! O que você fez???
E eu pedi desculpas dizendo que estava sonhando que ele estava me traindo.
O soco foi tão forte que no outro dia tivemos que ir na farmácia comprar Rinosoro. (kkkkkkkkkkkkkk)
Foi incrível: eu senti o soco bem forte no sonho e acabei dando de verdade.
E agora aqui no circo me chamam de Jamanta, a mulher que bate em homem.(kkkkkkkkkkkkkkkkk)
---

PUBLICADA EM 01/JANEIRO/2011

HISTÓRIA DE HOJE:

"O Secretário, o Prefeito e a Gostosa!"
!!!
PERSONAGEM:
João Ramão da Silva
(Trabalha no Circo Kroner - Auto intitulado'Secretarinho', mas não por ser menos que os outros, e sim por ser uma mistura de 'secretário com carinho'.)
!!!
"Sou João Ramão Silva e assim como eu, todo secretário de circo tem que ser bom de trova. Se não for assim, não é secreáario, com a fama de mentiroso que dão à minha pessoa e meus colegas, lá vamos nós e entramos onde ninguém entra e eu ao menos não costumo dar tempo para que os outros falem, e foi numa dessas, por querer quebrar tudo de graça que, se não fosse a minha reação rápida tinha me lascado de vez (kkkk).
Veja só, o prefeito era meu amigo de vezes anteriores, um distinto senhor de seus 70 anos de idade ao qual eu conhecia a sua família, sua esposa, seus filhos e netos. Ele, como sempre brincalhão, me comvidou para almocar e lá vamos nós, piada daqui, piada dali e saímos para a frente da prefeitura.
Foi aí, em frente à prefeitura, do outro lado da rua, vem vindo uma morena de parar o trânsito e eu mandei:
_ Prefeito, me diga aí: quem faz amor com uma máquina dessas é um rei, você não acha?
Ele seguiu com outro assunto, fez que não ouviu e eu não entendi o porquê...
Mas a resposta não demorou a chegar:
A linda mulher cruzou a rua, veio direto até nós. O prefeito virou-se para mim e disse:
_ Amigo, apresento à você a primeira-dama. (kkkkkkkkkkk)
Eu, sem respirar, falei:
_ Prazer rainha!
E completei falando para ele, em tom de brincadeira:
_ Eta rei velho!!! (rsrsrsrs)
Depois dessa, tenha certeza que hoje, se conheco ou não, já pergunto pela família de cara, e não faço mais gracinhas, pois vá que tenha outro prefeito viúvo por aí. (rsrsrsrs)
Mas mesmo assim, almoçamos e ele me deu a praça. (kkkkk)
---

PUBLICADA EM 17/DEZEMBRO/2010

HISTÓRIA DE HOJE:
"O Elefante e o Policial"
!!!
PERSONAGENS:
Serginho Robattini, Fábio Menezes e Mila

Sou Serginho Robattini e vou contar uma história que aconteceu em Belo Horizonte, em 2003. Essa eu achei demais.
Eu e o Fábio Menezes, do Circo Giglio, meu amigo de infância fomos com a ELEFANTE MILA passear no centro de BH. Veja só. Daí, chamei a TV, a rádio, etc...
Aí, estávamos no meio da muvuca e Fábio tinha um enorme controle sobre a Mila. Mas apareceu um policial e falou:
_ Quem é o resposável por isso aqui?
Eu disse:
_ Sou eu.
Aí o policial gritou:
_ Você é louco? Trazer um animal irracional para cá?
E eu disse:
_ Olha seu guarda, ela não é irracional não.
E o guarda achou que eu estava desrespeitando ele:
_ Você está me desrespeitando!
_ Claro que não seu guarda. Quer ver?
No local, tinha uma barraquinha de salgados e refrigerentes e eu e o Fábio sempre fazíamos isso. Eu peguei uma latinha de Fanta e perguntei:
_ Mila, você quer uma Fanta?
E o Fábio mandou ela fazer sinal que não queria.
Aí eu disse para o guarda esperar. Peguei uma latinha de Coca Cola e fiz a mesma pergunta à Mila. E ela fez sinal que queria a Coca Cola. (kkkkk)
Esse policial levou uma vaia tão grande. Tinha mais ou menos umas 100 pessoas à nossa volta.
Aí tinha um bebum por perto e disse:
_ Seu guarda, anota a placa dela e multa. (kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk)
E todos caíram na risada.
A TV fez a matéria e foi demais. Até o policial acabou aparecendo na TV dando Coca Cola pra Mila, pode uma coisa dessas? (kkkkkk)
---

PUBLICADA EM  02/DEZEMBRO/2010

HISTÓRIA DE HOJE:
"Tititi e o leão no motel!"
!!!
PERSONAGENS DE HOJE:
Tititi e seu leão Kimba
!!!
Esta aconteceu há muitos anos atrás. Guilherme Palácios foi levar seu leão Kimba para uma gravação de um comercial em São Paulo. O felino era o astro dos comerciais do Imposto de Renda.
Após um dia cansativo de gravações com seu leão, Tititi dirigia pela estrada, naquela noite escura, e como é de costume, passava grande parte do tempo "pescando" ao volante. Ao sentir aquele sono incontrolável, resolveu parar e pernoitar em algum hotel. Só que o primeiro local para dormir que ele achou era um lugar, digamos mais aconchegante... Era um motel. E o Tititi entrou com carro, jaula e leão para o motel. Só o Tititi mesmo para fazer uma coisa dessas! E ele teve o cuidado de estacionar de ré, com a jaula dentro da garagem. Pois lá pelas tantas da madrugada, o leão começou a rugir e imaginem, como a jaula estava dentro da garagem, o som ecoava muito alto. O rugido do leão era forte, alto, e se ouvia de qualquer quarto do motel. Tititi ficou apavorado e os frequentadores do motel mais ainda! Tinha gente correndo só de cueca, mulheres gritando, um pânico total!
Imaginem a cena: Você lá no motel, bem relaxado, fazendo altas estripulias e de repente ouve rugidos de um leão, como se ele estivesse dentro do seu quarto!
Com certeza, Tititi teve que sair do motel. Mas ele deveria ganhar um prêmio, pois enquanto outros homens estavam em um motel com belas gatinhas, ele estava em um motel com um leão.
---

PUBLICADA EM 25/NOVEMBRO/2010

HISTÓRIA DE HOJE:

"Limpa a fossa, mas cuidado com o formigueiro!"

PERSONAGEM DE HOJE:

Strapa

Aconteceu comigo na cidade de Lagarto, interior do Sergipe. Cheguei na cidade com meu trailer no fim da tarde. Vi que o terreno, na esquina tinha um valão, onde a população jogava o lixo. Pensei: "Vou esperar a noite cair e vou esvaziar minha caixa de detritos aqui." Anoiteceu e, lá pelas 11 da noite, peguei o vaso químico, destes muito comuns nos trailers da Karmann Guia e levei até o 'valão'. A tarefa era horrível de se fazer, mas em um espaço de alguns dias, eu precisava fazer isso. Morava sozinho, toda a mercadoria ali dentro era minha mesmo, mas isso não fazia com que esvaziar o vaso químico se tornasse algo legal de se fazer. Apesar de muitos no circo realizarem tarefa semelhante, eu sempre fazia a noite, sempre senti vergonha. Neste dia, como era a chegada no terreno, muitos trailers ainda estavam na estrada, mas alguns já tinham chegado. Me aproximei do valão, fui chegando cada vez mais perto do enorme buraco, por onde passava o esgoto à céu aberto e abri a tampa, libertando toda a, a, a... aquela coisa fedida. Tudo estava fluindo bem quando senti algo estranho no meu pé. Parecia que estava formigando. De repente, já não era só um formigamento, eram dezenas, centenas de picadas... Em segundos, a sensação se espalhou para as pernas. Quando vi, eu estava pisando em um formigueiro. Mas era um baita formigueiro. Já tinha formiga até dentro das cuecas e eu joguei o vaso longe. Ao bater no chão, o vaso jogou merda pra cima e respingou tudo em mim. E eu, apavorado, comecei a tirar as calças, me debatendo, dando tapas nas pernas. Nunca tinha visto tantas formigas. Fui correndo pro banheiro tomar banho e fiquei horas de baixo do chuveiro, por dois motivos: Uma que parecia que o cheiro não saía do corpo e outra: não parava de coçar as pernas, o pé, tudo... Até esse lugar que vocês estão pensando!
No outro dia, o comentário no circo era só esse. Eu que pensei que estava fazendo algo enquanto todos estivessem dormindo, estava sendo vigiado por ninguém menos que o Marlon, filho do Chumbrega. E ele contava para todos as cenas que tinha visto: Eu, cheio de respingo de m...., tapado de formigas, me estapeando e tirando a roupa no terreno. E é claro, o povo do circo dava boas gargalhadas. Claro, formiga no dos outros é refresco!
---

PUBLICADA EM 07/NOVEMBRO/2010

HISTÓRIA DE HOJE:
"Com Rastafari, não entra a Cabecinha..."
!!!
PERSONAGENS:
Robson (Negão), Gauchinho, Wesley e Sócrates (Show Ben 10)
!!!
Essa é muito boa! Primeiro fim de semana do circo Moscou em Porto Alegre, no Parque da Harmonia, toda aquela propaganda divulgando o show do Bem 10, do Sócrates e a maior espectativa de que o circo iria bombar.
No meio da semana, chega de São Paulo trazendo os bônus e os bonecos o Gauchinho, o Wesley e o famoso Robson, que todos conhecem por Negão. E é justamente essa figura que será a protagonista desta história engraçada. Pois bem, o Robson, ou melhor, o Negão sempre foi careca. Mas naquela semana, ele apareceu no circo exibindo seu novo visual. Ao invés de careca, agora o Negão estava parecendo uma versão genérica do Bob Marley, com esvoaçantes rastafaris, ou dreds, como queiram. A verdade é que era algo indescritível ver o Robson com aquela ... aquela... aquela coisa na cabeça (kkkkkkkkk). Pois bem, ele mostrava pra um, mostrava pro outro e impossível era não cair na risada. E ele dizia:
_ Me custou caro, mas ficou bonito! (kkkkkk)
Chegou o sábado. Todo o trabalho da semana inteira de divulgação feita pelos competentes Gauchinho, Wesley, Robson e Sócrates culminaram numa lotação extraordinária no circo. Todos queriam ver o Bem 10. Mas o show não transcorreu como planejado . E sabem por quê? Porque o vovô do Ben 10, diferentemente dos desenhos da televisão, aqui no circo estava com rastafari na cabeça. (kkkkkkk) E simplesmente, na hora do show, enquanto Ben 10 e sua prima dançavam na abertura do show, o Negão estava atrás da cortina no maior suador, vivendo um grande sufoco, tentando fazer com que sua cabeça, cheia daqueles negócios que mais pareciam retinidas de circo, entrasse na máscara do vovô. (kkkkkkkkkkk). Detalhe: Neste momento, o vovô teria que dançar também, pois imediatamente começaria a história, com diálogo dos três personagens.
Ao perceber que sua cabeça não entraria na cabeça do Vovô, Negão, que a essa altura do campeonato já estava desesperado, tirou a roupa do Vovô para trocar com Weslei pela roupa do Monstro. E a correria era grande. Faltava pouco para o montro voltar ao picadeiro. Enquanto isso Ben 10 e sua prima conversavam com um Vovô imaginário, pois se ouvia a voz dele, mas ele não estava em cena (kkkkkkkkk). E as coisas ficaram pior quando chegou a hora do montro voltar. Advinhem o que aconteceu? A cabeça do Negão também não entrou na cabeça do montro!!!!!! (kakakakakakkakakakakaka). E no momento em que Ben
10 luta com o montro, Gauchinho ficou sem saber o que fazer, pois estava lutando sozinho. (kkkk) O Sócrates enlouqueceu! E pediu para parar o show. Pegou o microfone da mão do Strapa, disse que o show voltaria em alguns minutos. E do jeito que deu, o show recomeçou.
Após o término do show, Sócrates mandou entregar uma tesoura pro Robson e o Wesley e o Gauchinho cortavam seus caros e "lindos" dreds. O Negão quase chorava! (kkkkk) Ao ver a cena, o Strapa gritou:
"Negão, você ainda não sabe? Com rastafari, não entra a cabecinha!!!" E todos caíram na risada!
---

PUBLICADA EM 30/OUTUBRO/2010

"Caneta no Gabinete do Vereador"
!!!

PERSONAGENS:
Caneta, Jonas Santos, Strapa e o vereador

"Era um dia daqueles. O circo estava carregado, e os trailers instalados em uma das principais avenidas da pequena Arroio Grande, cidade próximo de Jaguarão, Rio Grande do Sul. O ginásio de uma associação de bancários da cidade havia sido alugado, mas alguns problemas ainda estavam pendentes e quando isso acontece, é um Deus nos acuda. Sai um pra tentar falar com o prefeito, outro procura um vereador, e assim por diante. E o Jonas encontrou o presidente da câmara de vereadores de Arroio Grande, que gentilmente o recebeu em seu gabinete. Logo, chegamos, Caneta e eu, no gabinete. O vereador mostrou-se muito receptivo e disposto a ajudar o circo no que fosse necessário. Jonas estava mais solto, tendo uma conversa informal com o vereador, mas o Caneta estava cheio de formalidades. Falando como empresário e usando palavras difíceis, Caneta desfiava todas as suas habilidades para tentar reduzir impostos, como sempre (kkkkkk). E em uma dessas frases, Caneta queria ser mais íntimo do vereador, e dizer seu nome, mas ele havia esquecido o nome do presidente da câmara. Começou a gaguejar, mas se viu aliviado ao ler uma placa na parede, que dizia: SALA DR. AGOSTINHO. E Caneta disparou: "POIS O SENHOR VEJA SÓ, DR. AGOSTINHO, OS IMPOSTOS SÃO CAROS..." E o vereador o interrompeu: "DR. AGOSTINHO NÃO. ESSE É O NOME DO GABINETE. SALA DR. AGOSTINHO. MEU NOME É WAGNER. O AGOSTINHO JÁ MORREU FAZ TEMPO."
Como eu não pago imposto pra rir, caí na risada. E o Jonas, mais que depressa gritou: "CANETA, VOCÊ VAI PRA MAIS UM HISTÓRIAS ENGRAÇADAS!" O vereador quis saber o que era o tal Histórias engraçadas, que o Jonas havia falado. Explicamos pra ele que era um blog, e sua secretária acessou o Circo News na mesma hora. O vereador começou a ler as Histórias Engraçadas antigas e quando leu a história do Caneta, que quase levou um tiro por causa de uma Coca Cola, caiu na risada. Mais uma vez, meu amigo Caneta protagonizou uma cena hilária."
---

PUBLICADA EM13/JULHO/2010

HISTÓRIA DE HOJE:

"Mais uma de Urso!"

!!!
PERSONAGENS: Zé Carlos e seu filho Mário Lúcio

"Essa aqui é a segunda história engraçada minha com o urso Micha. Para quem não sabe Micha é o nome daquele ursinho das olímpíadas da Rússia e Micha lá naquele país é como quem se chama José, a gente simplifica pra Zé, na Rússia, quem se chama Michail, é Micha. Nessa época eu já estava acostumado com ele e estava ensaiando ele no picadeiro do Vostok em Ponta Grossa, aí ele agarrou meu filho Mario Lúcio (Hulk) e eu puxei ele e tirei de cima do meu filho, mas ele ficou com tanta raiva que veio pra cima de mim e nós nos agarramos e saímos rolando pelo chão. Só que o Hulk tinha saído correndo e não viu que ele tinha se grudado em mim e eu gritava MARIOOOOOOO!!!!!... MAAAARIOOOOO!!!!!!!... E nada do Mario vim me ajudar e o urso acabando comigo e eu gritava Maaaaari00000000!! (kkkkkkk) até que o cara que cuidava dos cavalos veio me ajudar e puxou o urso e nós amarramos ele em um mastarel quando eu já tinha tomado um fôlego, meu filho chegou e eu disse pra ele:
_ Você não escutava eu ti chamar???
Ele disse:
_ Eu escutava sim pai.
E eu:
_ E porque você não veio me ajudar?????????????
_ Porque eu pensava que ele estava correndo atráz de mim e eu corria mais ainda! (rsrsrsrsrsrs)
---

PUBLICADA EM 27/JUNHO/2010

HISTÓRIA DE HOJE:

É Pó de Café, Menino!!!

PERSONAGENS DE HOJE:
Artistas do Circo Marcos Frota
!!!
"Aconteceu num domingo de Páscoa, em Belo Horizonte, no ano de 2004. O Circo do Marcos Frota estava em frente a um shopping e a matinê estava quase 
lotada. Usando sua roupa branca, Marcos Frota estava pronto para entrar no picadeiro. Porém de uma hora para outra um forte cheiro começa a se expandir por todo o circo. Um cheiro horrível! Um cheiro insuortável! Dentro do circo, ninguém aguentava mais. As pessoas tapavam o nariz, os artistas saíam para fora da lona. Porém, lá fora, o cheiro era ainda mais forte. Era pior! O que estava acontecendo? Era o que todos se perguntavam. Até que todos viram: uma enorme mancha marrom, bastante plastosa (kkkk) começava a se espalhar pelo terreno, que era caído, e por isso, era como se a mer#$@! estivesse em um tobogam. Ela estava vindo do motor home da camareira de Marcos e passava bem na frente dos outros traillers. A plastosa mancha marrom adentrou pelo toldo do Chumbrega. O Benê pegou uma enxada e começou a fazer uma valeta, (kkkkkk) para desviar a m#$@!!!! E com isso, toda a mer...cadoria foi parar na porta da dona Mírian Santiago, que despejava litros e mais litros de detergente. O Chumbrega passou mal. O Marcos Frota coçava a cabeça e tampava o nariz. Alguns riam. Outros discutiam. E a camareira, figura folclórica no circo, gritava: "Isso não é o que vocês estão pensando. É pó de café menino! É pó de café menino!" (kkkkkk) O que ocorreu foi que a caixa de detrito do motor home abriu e soltou toda a fossa. Depois do ocorrido, artistas brincavam dizendo que aquilo era o presente de páscoa da camareira para a companhia, só que o chocolate tinha estragado. E bota estragado nisso!!!"
---

PUBLICADA EM 12/JUNHO/2010

HISTÓRIA DE HOJE:


O Capataz no Banheiro

PERSONAGEM DE HOJE:João Coragem (Capataz)

HISTÓRIA ENVIADA POR: ZÉ CARLOS
"Teve um caso muito engraçado em Paço de los Toros, Uruguai. O capataz do Vostok, João Coragem foi na frente pra montar o circo, porque o Vostok tinha duas lonas, enquanto o circo estava numa praça já iam montar a lona na próxima cidade. Aí o capataz pediu para o dono de um bar que tinha na esquina do terreno que estavam montando a lona pra ir no banheiro e o dono do bar permitiu. Aí o João Coragem entrou e demorou muito pra sair. Detalhe: o banheiro era o da casa do homem porque o bar não tinha banheiro mas como era um brasileiro o cara cedeu o banheiro da família. Com a demora, o homem foi ver o que tinha acontecido (kkk). Chegando lá, bateu na porta e perguntou o que estava acontecendo. O João Coragem disse que não estava conseguindo dar a descarga. (kkk) Aí o dono do bar pediu pra ele abrir a porta pra dar a descarga. Foi quando o dono do bar se deu conta do porquê ele não conseguia dar a descarga: Ele tinha ca@#!& no bidê!!! (kkkkkk) O Joãoficou com muita vergonha e o uruguaio, com toda calma disse: Pode deixar que a minha filha limpa tudo isso aí!!! Agora mesmo to contando essa história pra minha mulher e to rindo pra cacete! (kkkkk)"

---
PUBLICADA EM 29/MAIO/2010

PERSONAGENS DE HOJE:
Luis Carlos Pimentel, Willy Márcio Palácios, Mário Palácios Ayres, Marco Aurélio Brasil Strapazzon e Guilherme Palácio
(Ou melhor: Caneta, Piti, Kiko, Strapa e Tititi )
---
HISTÓRIA DE HOJE:

Um Tiro Por Uma Coca-Cola
_____________________________________________________
SAIR PARA FAZER UMA PRAÇA ÀS VEZES RESERVA GRANDES SURPRESAS...
Acordei cedo, chamei o Tititi. O Caneta já estava de pé. O Kiko também. Só faltava o Piti. Saímos de Vacaria rumo à Novo Hamburgo. A serra era pesada. Estávamos, os cinco na caminhonete do Caneta, conversando e fazendo planos. Falávamos das praças que iríamos fazer até chegarmos na fronteira, para passar para o Uruguai. O tempo estava se acabando e teríamos que fazer poucas praças de quatro dias para chegarmos à Jaguarão à tempo. Pouco tempo depois de pegarmos a estrada, o primeiro susto: Em plena serra, a Caneta tentou ultrapassar um caminhão. E do outro lado estava vindo outrocaminhão. E o pior: Estava vindo também um outro automóvel, que também estava tentando uma ultrapassagem! Como escapamos, eu não sei! Mas o susto foi grande. Respiramos aliviados, rimos... Ufa!
Havia uma chuva fina, uma neblina. Até que deparamos com um caminhão da Coca Cola tombado em meio à serra. Alguns carros estavam parados, muita gente se acotovelava para pegar as garrafas de refrigerantes que estavam na estrada. Quase ninguém dava a mínima importância ao coitado do motorista, que estava caído na estrada, com certeza muito machucado. O auxiliar do motorista dizia à todos: "Podem pegar, tem seguro mesmo!" E as pessoas se esbaldavam! O Tititi mandou o Caneta parar a caminhonete. Eu disse: "Não peguem esses refrigerantes, dá azar. Olha lá o coitado do cara caído no chão." E o Caneta disse: "Mas o amigo dele está mandando todo o mundo pegar." E O Tititi: "Vamos levar a Coca Cola do nosso Fim de Ano."
Nesse momento, pára um carro do outro lado da estrada e desce uma mulher correndo. Pensei que ela fosse parente do motorista do caminhão, pois estava correndo em direção à ele. Mas em vez de prestar socorro, ela começou a pegar todos os refrigerantes que estavam próximos do pobre homem machucado.
O Tititi desceu e começou a pegar as garrafas de dois litros. O Caneta foi mais arrojado. Pegava fardos inteiros. A cena era inusitada: O Caneta, sério, todo na gravata e carregando os fardos de Coca Cola. Nisso, um homem desceu de um carro branco, pegou seu celular e começou a tirar fotos da placa da caminhonete do Caneta. O Kiko desceu da caminhonete e ficou parado em frente à placa, mas o homem lhe mostrou uma arma. E o Kiko, claro, saiu da frente da placa. (kkk) Com umas garrafas na mão, o Caneta perguntou o que o homem estava fazendo. E o homem disse que era policial e que aquilo que o Caneta estava fazendo era errado. Eu e o Piti estávamos na caminhonete, vendo a discussão, mas até o momento, não tínhamos visto a arma. O Caneta disse que várias pessoas estavam fazendo aquilo e que o assistente do motorista estava mandando pegar. O Tititi, sem ver que o "tempo estava fechando" pro nosso lado, começou a gritar: "Caneta, achei Kuat! Achei Kuat!" (kkk) Até que a discussão ficou mais acirrada e o Caneta se avançou na mão do homem, dito policial, e tirou dele o celular. E assim chegamos ao ponto culminante desta história: O homem sacou o revólver e atirou para cima! O Tititi ficou pálido. O Piti, de olhos arregados disse: "O Caneta vai levar um tiro por causa de uma Coca Cola!" E eu falava: "Viu como esse refrigerante dá azar?!" (kkk)
Na hora do tiro, um monte de gente começou a correr, outros jogavam as garrafas fora. Carros que estavam estacionados arrancaram. E o Caneta enfrentou o cara. Dizia: "Atira! Olha aqui gente, ele tá armado!" O cara apontou a arma para o Caneta e pediu o celular. E o Caneta deu, mas disse: "Vou te denunciar para o prefeito, ele é meu amigo!!!" (kkk) Entramos na caminhonete e partimos. E o Tititi disse: "Ainda bem que deu pra pegar uma Kuat porque eu não tomo Coca-Cola."
Depois de dois grandes sustos, rimos muito. Quase que o Caneta levou "Um tiro por uma Coca Cola!"

---
PUBLICADA EM 21/MAIO/2010


PERSONAGEM DE HOJE: Zé Carlos
HISTÓRIA DE HOJE: O Urso do Russo

"Eu nunca imaginei em ter animais e muito menos ser domador. Mas quando eu trabalhava com o Vostok fiquei muito amigo de um russo que tinha quatro ursos, três fêmeas e um macho por nome de "Micha". Como esse urso era muito bravo o Russo me deu ele de presente (rsrsrsrs) e me ensinou a trabalhar com ele, mas não disse que estava dando porque ele era muito bravo. Enquanto o russo estava por perto dava tudo certo e eu ensaiava todos os dias, mas o Sr. Alexandre dividiu o circo em duas partes, eu fiquei em um circo no interior do estado de São Paulo e o russo ficou no circo que foi para Brasília. Aí eu fui tirar o urso sem o russo por perto, quando eu abri a jaula com a focinheira em uma mão e o biscoito na outra mão para colocar a focinheira nele, ele mordeu a focinheira, voltou para dentro da jaula e estraçalhou ela com as unhas e os dentes (rsrsrsrsrs). Eu fiquei morrendo de medo e não tirei mais ele da jaula. Liguei para o russo e disse o que aconteceu, ele me dizia: 'NO MIEDA SR. ZI CARLAS, NO MIEDA MICHA É MANSO, NO MIEDA QUE ELE FAZER TODA QUE EU FALAR PRA VOCÊ', mas eu não encontrava coragem pra encarar o urso. Aí depois de várias vezes que liguei para ele, ele me disse: 'SR ZI CARLAS, EU VAI MANDAR SIVIRINIA (Severino era o bicheiro dele que cuidava dos ursos) SIVIRINIA TIRAR MICHA PRA VOCÊ'. Dí alguns dias depois nós estávamos em Votuporanga, chegou o Severino e me disse vamos tirar o Micha, ele dissse com tanta firmeza que eu não me preocupei se ele tinha capacidade ou não e disse vamos lá. A forma de se tirar esse urso da jaula era segurar a focinheira em uma mão e uma bala de coco na outra, a gente segurava a bala no buraco da focinheira, o urso vinha para comer a bala e a gente colocava ela nele. Eu dei a focinheira e a bala pro Severino e fomos tirar o Micha, eu levantei a porta da jaula e chamei ele e o Severino ficou com a focinheira esperando ele. O urso veio calmamente e foi saindo mas o Severino em vez de colocar a focinheira nele ficou olhando ele passar, eu pensava que era normal, achava que de repente ele fosse dizer MICHA!!!! e o urso iria parar e ele fosse colocar a bendita focinheira nele, mas quando dei por mim o urso já estava uns cinco metros longe da gente e o severino que era negro estava branco (rsrsrsrsrs) aí eu saí correndo atrás do urso com uma vassoura na mão, de repente esse urso parou e se virou pra mim de pé com a boca cheia de dentes e grunhindo UUUOOOAAAHHH!!!!!!!! Eu parei de frente com ele tremendo de medo e colocava a vassoura no peito dele e empurrava ele pra trás e dizia MICHAAAA!!! MICHAAAA!!! Ele ameaçou vir pro meu lado, eu dei uma vassourada nele (rsrsrsrsrs) o cabo da vassoura se quebrou e eu fiquei com uns vinte centímetros de cabo de vassoura na mão (rsrsrsrs) Aí meu véio, eu saí correndo e esse urso correndo atrás de mim quando eu cheguei no meu trailer a metade da porta estava aberta eu entrei sem abrir ela e fechei a porta de cima também e joguei um pacote de balas que eles gostam tanto mas ele estraçalhou o pacote todinho e não comeu nem uma e ficou dando voltas no trailer querendo entrar, aí os peões do circo vieram com as grades de cerca, cercamos ele mas na correria cercamos o Severino junto com ele (rsrsrsrs) e o urso chegou perto dele e colocou uma pata na perna dele e ficou olhando pra cara do Severino querendo ganhar balas, aí eu ia passando as balas e ele ia dando pro urso até que os peões troxessem a jaula, aí colocamos ele na jaula novamente, quem me ajudou bastante nesse dia foi Cezinha, filho do Cezar do Elefante. Depois disso demorou muito pra eu tirar ele da jaula novamente (rsrsrsrs).

2 comentários:

gilmar madorf disse...

a historia do tititi,eu so imagino o disespeiro do povo com o leao gritando entra coma jaula no motel e bem a cara tititi um abraço

Ana Pereira disse...

ahahahha
Muito boas!

Gostei dos textos.